31 de mai de 2016

Unhas da Semana | Diva do Rock Color Trend

|
Oioi Meninas, tudo bom com vocês?

O esmalte que eu escolhi essa semana foi um vermelho fosco da ColorTrend, que é o Diva do Rock, não é lançamento, já lançou tem um tempinho, mas faz tanto tempo que eu não passava ele que nem lembrava como ele era! 




Ele é um vermelho bem bonito, porém eu preferia que não fosse fosco! haha na verdade quando eu comprei nem reparei que era fosco. Quanto a durabilidade dele também não gostei, no segundo dia já estava descascando. Não usei top coat, talvez isso resolva os dois problemas. Mas ainda não testei, a proxima vez vou passar um top coat por cima. 


Então é isso meninas!! 
Um super beijo,  até o próximo post. 

20 de mai de 2016

Vitacid Acne - Meu Tratamento Para Acne

|


Oioiii meninas, tudo bom?

Vim compartilhar a minha experiência com o Vitacid Acne, mas antes vou fazer um resuminho de como eu cheguei a precisar da pomada, (que é receitada por médico), não aconselho ninguém fazer uso de medicamentos sem indicação médica, portanto sempre consulte um profissional porque cada caso é um caso, e o que deu certo para mim talvez não é o que vai dar certo com você, o intuito desse post é só compartilhar a minha experiência, e resultados com o produto.

Eu sempre tive problemas com acne, porém com 16 anos eu comecei tomar anticoncepcional, o que controlou muuuito a acne e a pele oleosa, mas final do ano passado começou me dar outros problemas e eu desconfiei ser decorrente do anticoncepcional, então parei em dezembro, e de fato diminuiu muito os problemas que estavam ocorrendo (posso fazer um post melhor falando sobre isso) porque depois de um tempo ele realmente começou me fazer muito mal. Mas voltando ao assunto, depois de uns 2 meses que eu parei com o anticoncepcional minha pele voltou ficar muito oleosa, e surgir umas espinhas MUITO bizarra, e fora do controle, a principio, imaginei que fosse alimentação, ou que eu tivesse exagerado no chocolate na páscoa, mas estava ficando cada dia pior, e então marquei um dermatologista. 

Ela comentou que o principal fato da minha pele estar assim era decorrente dos hormônios, e pediu alguns exames, como eu não quero voltar tomar anticoncepcional ela me receitou a principio o tratamento tópico, que foi a pomada, e um sabonete liquido para usar 3x ao dia. 

Eu já estou usando Vitacid a 1 mês, e percebi sim uma melhora, mas confesso que esperava mais, esperava que em uma semana resolvesse 80% do meu problema, kkk mas não aconteceu, agora com 1 mês estou um pouco mais satisfeita, mas não completamente. Vou compartilhar as fotos e contando como foi o processo do tratamento.




Antes de iniciar o tratamento dá para notar (nas primeiras fotos) a pele bem oleosa e acnes internas, porém não estava com a pele manchada, vocês verão que nas próximas fotos as espinhas vão estar um vermelho bem mais chamativo, um ponto negativo que eu achei, comentei com a dermatologista e ela falou que é normal, depois teremos que tratar as manchas, então achei um ponto bem negativo, pois depois terei que fazer outro tratamento decorrente do uso deste. Ressaltando que eu não retirei nenhuma acnse e usei protetor solar sempre, mesmo nos dias nublados.





Durante a primeira semana a indicação da médica foi usar dia sim dia não antes de dormir, para a pele ir se adaptando e sempre retirar bem o produto pela manhã, aplicando protetor solar. Na primeira semana não notei muito resultado aparentemente, foi a fase em que a minha pele ficou bem sensível, até a pasta de dente ardia a pele, a agua gelada, e o vento; Mas é bem comum, até a pele se acostumar. Também não é nada super incomodo, é só ter um cuidado a mais. E hidratar muito.





Na segunda semana a pele descamou muito, não tinha condição alguma de passar maquiagem alguma só muuuito hidratante e protetor solar, o que é muito importante! Tem que estar todos os dias de protetor solar, por conta da fragilidade da pele, pode causar queimaduras e manchas se não utilizar. Porém até então não vi grande melhora das espinhas que já tinha, mas a pele começou a diminuir a oleosidade.


Aqui na terceira semana as espinhas deram uma acalmada, quando antes aparecia umas 3 espinhas novas aqui passou a aparecer 1 ou nenhuma, mas onde já havia bastante acne escureceu bastante, ficou umas manchas vermelhas, mas a pele já não está descamando mais, e consigo passar pó ou base, porém tento evitar, porque é claro maquiagem vai piorar, vai abrir os poros e deixar a pele mais oleosa. Mesmo estando insatisfeita com as manchas ainda estou fazendo o tratamento; Neste Post vou deixar até a terceira semana, pois o resultado está muito semelhante.
       Assim que notar uma diferença trago um post atualizado, e finalizando a resenha sobre o tratamento. 

Em relação a preço eu não achei assim super barata... Paguei 57,80 na farmácia preço popular. 

Se vocês já fizeram o tratamento com vitacid, ou conhecem alguém que tenha feito, se deu certo ou não, me conte aqui nos comentários.

Um super beijo e até o próximo post.

8 de mai de 2016

Resenha - Batons Color trend, Próximo destino

|
Oioi meninas!! Tudo bem?
Eu achei a proposta dessa linha da Avon muito legal, que é a praticidade e economia de espaço quando separamos os produtinhos de beleza para alguma viagem, a linha está bem legal, vale super a pena conferir, eu trouxe hoje a resenha dos três batons lançados para esta coleção.
Vem verrr! (=




























Dos três o que eu mais gostei foi o Malva Luau, que é um rosa muito lindo, gostei da cremosidade e
da pigmentação dele, eu achei mais fácil de aplicar.
A embalagem é toda branca, super clean e tem uma faixa transparente mostrando o tom da bala, super prático na hora de escolher a cor entre outros batons, eles tem um cheirinho delicioso, mas nada incomdo, assim que é aplicado não fica perceptível, contém também FPS 15.

Rosa Balada é um rosa bem clarinho, super sútil, fica bem discreto, ótimo para usar no dia-a-dia com um make leve.


Malva Luau é um tom de rosa também, um pouco mais escuro, que o Rosa Balada, bem cremoso e super pigmentado, eu estou amando esse batom, ele não deixa a boca tão apagada e dá uma tem uma tonalidade harmoniosa.

O terceiro é o Uva do Campo é um roxo bem escuto, perfeito para usar a noite, e no inverno, ele é super pigmentado também, tem acabamento cremoso e é um batom hidratante mas não é melequento.

Gostei bastante das três cores, acho que são três cores indispensável, e super versáteis, o custo beneficio do produto é ótimo, super vale a pena ter na necessaire.

Me contem nos comentários se vocês conhecem e usam a linha, e qual o produto preferido de vocês?
Um super beijo, e uma ótima semana!

1 de mai de 2016

Leitura - Olhe nos meus olhos

|
Oii meninas!!

Terminei agora de ler o livro Olhe nos meus olhos do autor John Elder Robison e fiquei fascinada com a história de vida do autor, o livro é uma narrativa da sua vida, ele conta como foi conviver com asparger (transtorno do espectro autista, um grupo de condições que incluem autismo e outros transtornos com sintomas similares moderado). O livro não é muito conhecido aqui no Brasil mas vale muito a pena ler, é uma historia de vida, onde podemos tirar diversas lições com o autor, que mesmo com momentos difíceis na vida, com pais complicados, e convivendo com uma síndrome da qual não teve diagnostico por quase toda sua vida, conseguiu lidar muito bem com diversas situações e vencendo as dificuldades de maneira otimista sempre. Vou fazer uma breve resenha da história narrada, e deixo o convite para vocês lerem o livro, se vocês já conhecem me conte nos comentários o que achou da história. 



O livro é narrado pelo autor, em 29 capítulos leves e fáceis, daqueles que tu nem percebe porque logo leu todos, inicia a história por volta dos seus 8 anos de idade dele, John mora com os pais e eles tem um relacionamento difícil, seu pai é alcoólatra e agressivo, logo ganha um irmão, mais tarde sua mãe é diagnosticada com depressão. 
   John narra diversos episódios da sua infância, adolescência e parte da sua vida adulta, até os seus 21 anos de idade ele conta histórias engraçadas, e bizarras, algumas triste mas se tratando da forma que ele narra não passa tristeza ao leitor. John teve vários conflitos logo no primeiro contato com pessoas na escola, tinha dificuldade de se comunicar e expressar, se sentia excluído e diferente dos de mais, porém apesar de isso magoar muito nunca foi um empecilho para John, que sempre tentou aprender ao invés de se repreender. Assim que pode John passou a morar sozinho, anos depois seus pais se divorciaram, sua mãe foi diagnosticada com depressão e transtorno mental, seu pai casou-se novamente porém ficou debilitado por ter bebido durante muitos anos. John aprendeu ter uma vida "quase que normal" casou, teve um filho, divorciou e casou-se novamente, através de um amigo descobriu que tinha asparger, e tudo ficou mais fácil de compreender, seus atos, sua forma de pensar, e sua personalidade. Hoje John tem sua empresa, está com 58 anos e 3 livros publicados, ainda no livro John conta sobre a morte do seu pai e como se reaproximou de sua mãe e seu irmão.

Gostei tanto da história que quero ler o livro publicado pelo irmão de John (Augusten Burroughs) Correndo com Tesouras, pesquisei e vi que tem o filme também. 

Super recomendo a leitura, um super beijo e até o próximo post!